Solicite uma proposta

Blog

Ser noiva: Alimentação Emocional

Categoria: Dicas

Ser noiva: alimentação emocional

Por: Amanda Ribeiro Psicóloga Clínica

Se vive uma mistura de emoções e sentimentos desde o primeiro dia em que se encontra o amor da sua vida, muitas substâncias inundam o seu cérebro desde o primeiro dia, serotonina, noradrenalina, dopamina, todas elas estão lá proporcionando alegria, prazer e aquele friozinho na barriga. Com o passar do tempo essas sensações tendem a normalizar, e você vivem um período de tranquilidade no namoro, até que em um belo dia você vira noiva, então você “aperta o cinto” e se prepara, porque um misto de emoções te acompanhará nessa fase linda, prazerosa, mas também angustiante porque tudo que é novo tende a assustar o ser humano, assim como, há o medo da nova vida que virá. Você também será tomada pela ansiedade de que tudo aconteça o mais rápido possível, que tudo se realize e no fim tudo saia “malhavisosamente” perfeito.

Se você está angustiada, ansiosa, chorosa, mas ao mesmo tempo explodindo de alegria, então não se preocupe, esses sentimentos são altamente normais, o que se deve ter cuidado é a forma como está manejando eles, como está relaxando e qual está sendo sua válvula de escape.

Falando em válvula de escape é muito comum noivas se queixarem de ganho de peso ou efeito sanfona nessa fase da vida, isso se dá por buscarem na comida prazer e bem estar, como se o alimento fosse resolver todos os problemas e angustias postos.

O que elas pouco pontuam é que com a mesma velocidade, que o desconforto sentimental, passa, ele tende a voltar, por esse motivo o seguinte ciclo comportamental é intensificado:

Buscar refúgio na comida é uma estratégia não adaptativa. Por trás desse comportamento sempre haverá um pensamento sabotador como “estou me sentindo mal, preciso comer” ou “hoje foi um dia estressante, estou ansiosa, posso comer um pouco mais” e antes de questionar esse pensamento ou dar a ele uma resposta adaptativa, as pessoas tendem a buscar refúgio no alimento.

Dar respostas adaptativas como “Estou me sentindo mal, comer aliviará meus sentimentos por alguns minutos, e depois me sentirei culpada por ter passado dos limites” ou “posso buscar outras formas, mais eficazes, para lidar com esses sentimentos” é o primeiro passo para evitar o ganho de peso quando os sentimentos não vão bem.

Comer não resolve os problemas sentimentais, tão pouco não elimina tristeza, angustia, raiva ou medo, para lidar com esses sentimentos desconfortáveis é necessário identificar quais são as emoções negativas e diferenciá-las da sensação de fome; pense na importância de resistir aos alimentos frente às emoções negativas, ou então irá ganhar peso; mude o foco do pensamento se distraindo e principalmente tolere sua angustia, pois nada de ruim pode acontecer se permitir sentir o desconforto sentimental.

Outras formas para lidar com essa situação também são eficazes, como psicoterapia, exercício físico que proporcione prazer, ter algum hobbie e até mesmo atividades artesanais, pois possuem forte efeito terapêutico.

O principal é não se esquecer de você nessa fase da vida, todas as noivas querem estar lindas no grande dia, cuidam da pele, do cabelo, dos dentes, escolhem a melhor maquiagem e o vestido mais lindo, mas se esquecem de olhar para dentro, esquecem-se de cuidar dos pensamentos e dos sentimentos e quando as emoções não estão bem você corre o grande risco de deixar de viver os “encantos” desse momento.

Comente aqui!

Seu comentário é muito importante para nós. Separador

Olá, podemos conversar?

Agora que você já conhece um pouco mais sobre o nosso trabalho, é hora de agir!