Solicite uma proposta

Blog

A fotografia que mudou minha vida

Categoria: Curiosidades

Mobgrafia – A fotografia que mudou minha vida.

Meu nome é Thiago Dourado mas prefiro ser chamado apenas de Dourado, um carioca , com 33 anos e Antes de iniciar propriamente  vamos a definição e assim vai parecer que eu sei alguma coisa, a Mobgrafia  é um movimento que estimula a arte fotográfica e visual produzida (captada, editada e compartilhada) em plataformas móveis. Smartphones ou tablets, não importa. Tudo é arte e movimento. 

Agora sim , vou contar como isso mudou a minha vida completamente.

Sempre fui o nerd do tipo “Geek” daqueles que são apaixonados por tecnologia e gostam de adotar tudo o que vem de novo nessa área e relacionados a celulares e Smatphones não foi diferente, quando no Brasil chegou celular com tela coloria, eu estava no Ebay comprando palmtop tela colorida, cartão de memória e tela touch , depois a minha paixão, virou a Saudosa Nokia.

Importante frisar que eu nunca tinha feito foto com um câmera de verdade, sempre usei a que tinha no  do celular, clicava aqui e ali, mas ficavam tudo dentro do aparelho, já de posse agora do novo aparelho da Apple, em novembro estava passeando pela timeline do twitter e era anunciado um tal de instagram, prometendo ser a revolução, unindo rede social e fotografia, decidi instalar e ficar olhando o que as pessoas estavam conseguindo fazer com a câmera do celular.

Até que em janeiro de 2011, após mais um almoço no trabalho que estava se transformando em reunião, eu pedi licença pois precisava atender o celular, quando saí, vi um prédio em construção, os trabalhadores pendurados e cliquei , decidi postar no instagram, algumas pessoas me deram um feedback   e nunca mais parei.

A partir daí, nunca mais tive almoço chato, eu comia e saída pelo centro do RJ para clicar e aqui, antes de mostrar um pouco do que já fiz, eu explico o título desse texto, a fotografia, mobgrafia, fotografia de rua me trouxe algo que não pode ser roubado ( apesar de já ter sido assaltado ) , me trouxe a beleza do meu cotidiano, me fez enxergar o meu dia a dia com bom humor, com leveza, com paixão.  O trem lotado é oportunidade para foto, o engarrafamento vira foto, o protesto é foto, o abraço, o adeus, o tombo, o ônibus perdido, o ônibus enguiçado , estar com o celular , com minha câmera favorita o tempo todo me fez ficar atento a essas belezas, não me lembro de admirar o pôr do sol ou o nascer do sol antes de começar a fotografar e se você chegou até aqui, te digo, você precisa disso, parar tudo e apreciar um dia o sol nascendo, vale a pena acordar e esquecer do trânsito e ir admirar o sol de pôr, você precisa, acredite me mim.

Voltando ao instagram que comecei a utilizar, vou falar um pouco de como foi minha trajetória dentro da plataforma, quem sabe pode lhe ajudar hoje.

Ainda em 2011, comecei a me desafiar , o primeiro desafio foi clicar 50 fotos diferentes do Theatro Municipal do RJ, procure saber sobre ele, então criei a tag #1FotoPorDiaDoMunicipal para criar um álbum , agrupando todas essas fotos , motivo real do uso de tags, ao terminar as 50 fotos o que já era uma enorme satisfação, afinal é um prédio, não tem como ele fazer poses diferentes, 3 pessoas comentaram que estavam acompanhando e pediram que se era uma foto por dia, que eu fizesse o ano inteiro, como já gosto de um desafio, foi assim que cliquei o Theatro durante um ano , sem falhar nenhum dia. Esse projeto me trouxe engajamento na rede, com uma média de 100 comentários por foto e por consequência disso, seguidores, saí de 50 seguidores para 6 mil seguidores.

Saindo do virtual, tive fotos em publicações, como a Revista Veja e o Jornal o Globo, além de ter o reconhecimento da direção do Theatro que me convidou para visitas internas e também a grandes produções, tive a oportunidade de assistir as Peças: O Lago do Cisnes e Quebra Nozes à convite do Theatro.

Algumas fotos desse projeto:

Em 2012, percebi que a fotografia estava realmente a um nível que eu não tinha mais como voltar quando uma seguidora me contratou para fotografar a festa de 15 anos de sua filha mesmo sem eu ter uma câmera DSLR, por acreditar que as fotos não eram com celular, sendo assim, a forma de pagamento dessa festa foi um kit da câmera Nikon D5100 e um flash externo Yongnuo e desde então nunca mais parei, fotografando festas, casamentos e realizando ensaios.

Entretanto, a mobgrafia continua, só utilizo a câmera nos eventos e o celular para o dia a dia e compartilho no instagram.

Creio que eu seja a primeira pessoa a fazer um projeto anual dentro dessa rede social, em 2012 e 2014 , forma lançados os Livros RIO365, um documentário sobre o Rio de Janeiro feito via instagram ao qual possuo fotos.

Bem, espero que você ainda esteja por aqui, pois preciso lhe dizer que me desafiar e criar um só tema, virou minha paixão, então tenho os projetos, #1FotoPorDiaDePaqueta , #1FotoPorDiaDeBrasilia , se tem uma tag com 1 foto por dia… lá eu estarei, basta passar algum tempo em algum lugar e eu tento explorar ao máximo.

Em 2014, iniciei o #1FotoPorDiaDoTrem onde registro o dia a dia do transporte público carioca e esse permanece até hoje pois eu não consegui parar , projeto que me trouxe também grande visibilidade, participei de exposições, realizar palestras sobre engajamento no instagram, fazer trabalho com marcas reconhecidas no Brasil e acredite, fui contratado para fotografar um casamento apenas com o celular, conectado diretamente no instagram da noiva e fazendo posts ao vivo. Ou seja, a Mobgrafia mudou a minha forma de enxergar o mundo e hoje consegui transformar minha paixão em trabalho.

Algumas fotos desse projeto:

       

Se quiser conversar e trocar experiências, entre em contato comigo no instagram.com/blogdodourado ,espero ter colaborado com a sua jornada. Eu sigo aprendendo e espero aprender com você.

TAGS

Comente aqui!

Seu comentário é muito importante para nós. Separador

Olá, podemos conversar?

Agora que você já conhece um pouco mais sobre o nosso trabalho, é hora de agir!